WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Governo’

Após reunião com governo, caminhoneiros descartam paralisação

Caminhoneiros durante protesto em Livramento no ano de 2018

Os representantes dos caminhoneiros disseram na noite desta segunda-feira (22), após uma reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que não haverá paralisação da categoria na semana que vem.

Durante a reunião, que durou quase cinco horas, o ministro prometeu reajustar a planilha da tabela do piso mínimo de frete, umas das principais reivindicações dos caminhoneiros. O ministro disse ainda que vai intensificar a fiscalização do cumprimento da tabela de frete mínimo, com a participação dos caminhoneiros, e atrelar o reajuste da tabela ao preço do diesel.

“Eu acho que nós conseguimos administrar essa condição de momento e não deve haver paralisação de caminhoneiros neste momento. A representação dos caminhoneiros está conseguindo conversar com o governo”, disse o presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno.

A reunião com o ministro reuniu cerca de 30 representantes de 11 entidades de classe, além de um grupo de caminhoneiros autônomos. A proposta apresentada pelo ministério prevê que os próprios caminhoneiros vão ajudar a realizar a fiscalização da tabele de frete. Ainda esta semana, o ministro e o presidente da CNTA deverão assinar um termo formalizando o procedimento.

Livramento: Comandante da 46ª CIPM recebe medalha de honra do Governador Rui Costa

Foto: BA Hoje

O comandante da 46ª CIPM Companhia Independente de Polícia Militar receberá a medalha de honra do Governador Rui Costa, foi publicado nesta quinta-feira (18), no Diário Oficial do Estado, o decreto simples do Chefe do poder executivo da Bahia, em que resolve conceder ao Capitão Vandilson Santos Araújo a medalha do Mérito Marechal Argôlo – Visconde de Itaparica. Essa é uma honraria que demonstra o reconhecimento do governo com o serviço prestado pelo comandante na comunidade.

Carreta da Saúde do projeto Roda-Hans está realizando atendimentos em Livramento

Foto: Divulgação/PML

O Projeto “Roda-Hans – Carreta da Saúde” já está atendendo em Livramento, o serviço iniciou ontem (15) e irá até está quarta-feira (17) de abril de 2019, a carreta está instalada na Praça Dom Hélio Paschoal, funcionando das 8h-12 e das 14h-17h.

AGENDA

15/04 – pacientes de Livramento;
16/04 – pacientes de Livramento/Jussiape e Dom Basílio;
17/04 – pacientes de Livramento/Rio de Contas/Paramirim/Érico Cardoso.

PÚBLICO ALVO: Pessoas que apresente manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade com fraqueza nas mãos e pés. O projeto Roda-Hans é uma iniciativa do Ministério da Saúde, em parceria com a DAHW Brasil e da Novartis Brasil, conta com o apoio do Governo do Estado e dos Municípios da Região.

Foto: Divulgação/PML

Governo Federal terá plano de ações para o Nordeste

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro prepara um pacote de ações de fomento à agricultura. Sob orientação da Casa Civil e do Ministério da Agricultura, a Embrapa Territorial identificou oito microrregiões carentes nas quais fará ações direcionadas. Pelo plano traçado, o programa beneficiará cerca de 150 mil famílias. A ministra Tereza Cristina deve anunciar o pacote, com foco na irrigação e no fomento às cooperativas, até junho, antes do início da próxima safra. As oito microrregiões sugeridas com base no estudo da Embrapa Territorial, coordenado pelo professor Evaristo de Miranda, são próximas aos municípios de Euclides da Cunha (BA), Araripina (PE), Batalha (AL) e Canindé do São Francisco (SE). Também devem ser incluídas cidades das regiões do Vale do Açu (RN), Cariri (PB), Baixo Jaguaribe (CE) e sul do Piauí. O Maranhão ficará fora por não fazer parte do semiárido nordestino.

Bolsonaro anuncia decreto para caçadores e colecionadores de armas

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (11) que, na semana que vem, vai editar um decreto voltado para caçadores, atiradores e colecionadores de armas no país. A informação foi dada durante uma transmissão ao vivo em sua página no Facebook, que contou com a participação do porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, do deputado federal Major Vitor Hugo (PLS-GO) e do secretário Especial de Pesca e Aquicultura, Jorge Seif.

“Vai dar o que falar também. Está prontinho um decreto sobre os CACs. O que é CAC? Colecionador, atirador e caçador. Ouvimos gente na ponta da linha, essas pessoas, ouvimos gente do Exército, [ouvimos] Polícia Federal. Lógico, já houve choque de conflitos, mas democraticamente eu decidi por vocês. O decreto deve sair na semana que vem”, afirmou.

O presidente disse que convidará parlamentares integrantes da bancada da segurança pública para o evento de assinatura do decreto no Palácio do Planalto e ressaltou que a medida vai “facilitar e muito” a vida de colecionadores, atiradores e caçadores.

Bolsonaro ainda prometeu novas medidas relacionadas à segurança pessoal. Segundo ele, o governo quer apresentar um projeto de lei, inspirado em uma proposta do deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), de 2012, que revoga o Estatuto do Desarmamento e altera a legislação sobre armas e munições no Brasil, flexibilizando as normas em vigor.

“Outros decretos sobre isso virão. E pretendemos apresentar rum projeto de lei, ouvindo o deputado Peninha, que tem o PL 3722. A gente quer simplificar o PL do Peninha, vamos ouvi-lo e, em sendo um projeto nosso [do governo] nós temos como pedir urgência constitucional e tramita mais rapidamente”, afirmou o presidente.

Insatisfeitos com ‘proposta’ de Rui Costa, professores decretam greve por tempo indeterminado

Foto: Divulgação/Aduneb

Os professores das universidades estaduais da Bahia (Uneb), Feira de Santana (Uefs) e do Sudoeste do estado (Uesb) não estão satisfeitos com a determinação do governador Rui Costa (PT), que decidiu liberar R$ 36 milhões para investimento nas quatro instituições baianas. Os docentes decidiram iniciar uma greve por tempo indeterminado na manhã desta terça-feira (9).

De acordo com o coordenador da Associação de Docentes da Uefs e do Fórum das Associações de Docentes, que representa os professores das quatro universidades estaduais, o professor André Uzeda, a proposta do petista não atende as demandas do movimento.

“O governo liberou esses R$ 36 milhões para as obras. Não existe nada para recurso de pessoal e direitos. O que ele fez ontem foi atacar o movimento sindical. Ele já fez isso no final de semana e voltou a fazer agora”, disse o representante da categoria ao Site bahiaba.

Para Uzeda, a tendência é que a greve continue. “Não vejo formas para negociar e, por isso, vamos continuar”, declarou. Os professores realizam um novo ato na quinta-feira (11).

Com as suspensão das atividades, pelo menos 30 mil estudantes estão sem aula.

Decreto que flexibiliza posse de arma sai este mês, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (3) que o decreto flexibilizando a posse de armas de fogo sai ainda em janeiro. Bolsonaro disse que o decreto vai tirar a “subjetividade” do Estatuto do Desarmamento.
“Ali, na legislação diz que você tem que comprovar efetiva necessidade. Conversando com o [ministro da Justiça] Sergio Moro, estamos definindo o que é efetiva necessidade. Isso sai em janeiro, com certeza”, disse em entrevista ao SBT, a primeira após ter assumido a Presidência da República.
Ele disse que uma das ideias é comprovar a efetiva necessidade com base em estatísticas de mortes por arma de fogo. Assim, moradores de locais com altos índices de mortalidade teriam mais facilidade em adquirir armas.
“Em estado, por exemplo, o número de óbitos por arma de fogo, por 100 mil habitantes, seja igual ou superior a dez, essa comprovação de efetiva necessidade é fato superado. Vai poder comprar sua arma de fogo. O homem do campo vai ter direito também”.
Além disso, o presidente quer aumentar o limite de armas por cidadão. Para ele,  o limite de duas armas por pessoa pode ser aumentado, sobretudo para agentes de segurança. Nesse caso, o limite pode subir para “quatro ou seis armas”.

O presidente avalia que a violência “cairá assustadoramente” com a medida. “Eu vou buscar a aprovação, botar na lei também, a legítima defesa da vida própria ou de outrem, do patrimônio próprio ou de outrem. Você estará no excludente de ilicitude. Você pode atirar. Se o elemento morrer, você responde, mas não tem punição. Pode ter certeza que a violência cai assustadoramente no Brasil”.

Porte de arma

O decreto a ser editado pelo governo diz respeito à posse de arma de fogo, que permite ao cidadão ter a arma em casa ou no local de trabalho. Já o porte diz respeito à circulação com arma de fogo fora de casa ou do trabalho.
Sem se alongar muito, Bolsonaro diz que também flexibilizará o porte de arma. “A questão do porte vamos flexibilizar também, pode ter certeza. Podemos dar por decreto, porque tem alguns requisitos para cumprir. E esses requisitos são definidos por decreto.”

Primeira-dama quebra protocolo e faz discurso em libras na posse de Bolsonaro


Quebrando o protocolo do cerimonial, a primeira-dama Michelle Bolsonaro fez hoje (1º) um breve discurso, de pouco mais de 3 minutos, no Parlatório do Palácio do Planalto, antes do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro à nação. O discurso dela foi em libras (linguagem de sinais destinada à comunidade surda), na qual é especialista, e traduzida simultaneamente.
Michelle Bolsonaro prometeu atuar em favor das pessoas com deficiência e daqueles que se julgam esquecidos pela sociedade. De acordo com ela, há um “chamado” no seu coração para se dedicar ao próximo e agora como primeira-dama poderá ampliar as atividades sociais que já desempenha.
Dirigindo-se à comunidade surda, às pessoas com deficiência e a todos os “esquecidos”, a primeira-dama prometeu se empenhar para que tenham os direitos preservados. “Vocês serão valorizados e terão os direitos respeitados. Tenho esse chamado no meu coração e desejo contribuir na promoção do ser humano.”
Emocionada, Michelle Bolsonaro destacou que o desejo coletivo veio das urnas. “As eleições deram voz a quem não era ouvido e a voz das urnas foi clara: o cidadão brasileiro quer segurança, paz e prosperidade. Um país em que todos sejamos respeitados.”
Em um momento de carinho, Michelle pediu apoio de todos a Bolsonaro, chamando-o de “amado esposo”. Diante do público que interrompia aos gritos de “mito” para Bolsonaro e pedia um beijo entre ele e Michelle, o apelo foi atendido. O casal se beijou e houve aplausos. Ela agradeceu às orações destinadas ao marido, logo após ao ataque, em setembro, quando foi esfaqueado durante a campanha eleitoral e período em que ficou 23 dias internado. Citou ainda a ajuda de Carlos Bolsonaro, filho do presidente, durante o período em que presidente passou no Hospital Albert Einstein.

Discrição

Esta foi um das raras manifestações públicas da primeira-dama. A discrição e a sobriedade que marcaram a passagem de Marcela Temer pelo Palácio do Planalto devem se manter com a chegada de Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro à função de primeira-dama brasileira. Em uma das poucas entrevistas que concedeu desde a eleição do marido, Michelle disse que vai se dedicar aos programas sociais do governo federal.
A jovem primeira-dama, de 38 anos, já desenvolve trabalho social. Religiosa, Michelle integra o Ministério de Surdos e Mudos da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, onde atua como intérprete de libras nos cultos. No governo Bolsonaro, pretende seguir na mesma linha, se dedicando especialmente aos projetos que envolvem pessoas com deficiências e de síndromes.
Michelle contou que aprendeu libras para melhor se comunicar com um tio surdo. “Ele que plantou essa sementinha na minha vida, me despertou o amor pelas libras, fui estudar e aprendi sozinha. Esse amor só foi aumentando”, disse a primeira-dama, em depoimento para o programa eleitoral do PSL.

Luciano Ribeiro diz que votação de projetos de ajuste é feita de forma ‘acovardada nos porões da AL-BA’


O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Luciano Ribeiro (DEM), teceu duras críticas à sessão que votará, na manhã desta quarta-feira (12), os projetos de ajuste fiscal do governo do Estado. Segundo ele, falta transparência. 

“Tivemos que fazer um protesto para permitir a entrada da imprensa. Estamos aqui de forma acovardada, nos porões da Assembleia para votar um projeto que é de interesse da população. Além da forma que ele está sendo votado, de forma apressada e acovardada, e longe do povo. Nem a TV Assembleia está transmitindo”, declarou o democrata, em entrevista ao BNews.

Livramento: Prefeitura conclui obras da nova via de acesso Barriguda a Santa Cruz


A Prefeitura de Livramento de Nossa Senhora, concluiu na tarde de ontem (26) a abertura do acesso que liga os bairros Barriguda e Santa Cruz, a via ficou com mais de 2 quilômetros de extensão. Com o final dos serviços, a distância foi, em muito, reduzida para as pessoas que se deslocam entre os dois bairros.



WebtivaHosting . webtiva.com.br . Webdesign da Bahia