WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Política’

Livramento: Câmara aprova contas do exercício de 2017 do prefeito Ricardinho

Foto: BA Hoje

A câmara municipal de Livramento de Nossa Senhora, aprovou por 10 votos favoráveis, e 3 contrários as contas do exercício de 2017 do prefeito Ricardinho Ribeiro. Os vereadores aprovaram as contas da Prefeitura de Livramento de Nossa Senhora na gestão relativa ao exercício de 2017. A aprovação ocorreu durante sessão realizada na última sexta-feira (07). Por maioria de votos, os vereadores seguiram o parecer do TCM-BA, que havia recomendado a aprovação.

STF pode tornar parte do Centrão ré na Lava Jato

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro está entre os acusados (Divulgação/Câmara dos Deputados)

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decide nesta terça-feira, 21, se coloca lideranças do chamado Centrão no banco dos réus. Está em pauta uma denúncia contra o chamado “quadrilhão do PP”, o maior partido do bloco informal da Câmara.

O colegiado discutirá se recebe ou não a acusação apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), na Lava Jato, contra o líder da maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), os deputados Arthur Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do partido. Os quatro são acusados pelo crime de organização criminosa.

O julgamento ocorre no momento em que o Centrão promove uma queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro, impondo ao governo uma série de derrotas no Congresso.

O Palácio do Planalto acompanha de perto a sessão, pois entende que uma eventual aceitação da denúncia pode ajudar a impulsionar os atos de apoio a Bolsonaro marcados para domingo.

Rui defende discussão sobre cobrança de mensalidade em universidades públicas

Foto: Redação/BA Hoje

O governador Rui Costa defendeu, em almoço com jornalistas nesta segunda-feira (20), uma maior discussão sobre a cobrança de mensalidade em universidades públicas do país para alunos de famílias “que têm condições”. De acordo com o BN, para o petista, o assunto ainda é um tabu que precisa ser discutido.  “Uma família que pagou educação privada a vida inteira não tem condições de contribuir com a universidade? Qual o problema disso?”, perguntou o petista. O governador entende, no entanto, que a atual polarização política do país pode prejudicar o debate e criar atritos no próprio PT.  “Quem tem renda maior, deve pagar. Acho que deveria ser assim, mas isso é considerado um tabu. Ninguém é contra que rico pague universidade pública, mas teme que isso seja o início da privatização do ensino superior”, sinalizou Rui.

Clube Militar convoca sócios para atos pró-Bolsonaro

Foto: Reprodução

O Clube Militar, entidade que reúne oficiais do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, convocou seus sócios para participarem das manifestações a serem promovidas no próximo domingo 26 em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e das reformas propostas por seu governo.Em texto postado no site do órgão na noite desta segunda-feira 20, o Clube afirma que “tradicionalmente preocupado com os assuntos atinentes ao desenvolvimento da nação brasileira”, a entidade “vem convocar seu quadro social e convidados a participarem das manifestações a serem levadas a efeito em todo o território nacional, apoiando o governo federal na implementação das reformas necessárias à governabilidade. Participe em sua cidade!”, conclui o texto, que tem como título a frase “Brasil acima de tudo”, parte do slogan de campanha de Bolsonaro. Embora o texto só ofereça informações sobre o protesto previsto para o Rio de Janeiro, cuja concentração deve ocorrer em Copacabana, a partir das 10h, a convocação é para que os sócios que morem em outras cidades também participem das manifestações. Fundado em 1987 e sediado no Rio de Janeiro, o Clube Militar tem em todo o Brasil cerca de 38 mil sócios, entre oficiais da ativa da reserva de primeira classe e reformados das forças armadas, além de aspirantes a oficial do Exército e da Aeronáutica e guardas-marinhas.

Deputado provoca Rui e diz que Governo da Bahia assinou três vezes ordem de serviço de obra que não saiu do papel

Divulgação/AgênciaALBA

Para o deputado, a duplicação da 415 virou uma novela e o mais novo capítulo essa semana foi a publicação de um resultado de licitação, referente a um estudo para a obra. “Lembramos que há um ano e meio fizeram um ato de assinatura da ordem de serviço, em clima de grande festa, com show de banda e tudo mais, o que gerou uma enorme expectativa na população e agora publicam esse estudo. Será que esse estudo não era pra ser apresentado antes da ordem de serviço? A população imaginava que depois daquela ordem de serviço a obra já começaria, fato que não ocorreu. A população da região precisa de esclarecimentos”, cobrou.

“A estrada já não suporta mais o grande fluxo de veículos. Não faço aqui a crítica pela crítica, mas uma cobrança justa por uma ação que será fundamental para o desenvolvimento da região”, disse Tavares reafirmando a importância de a obra sair do papel. BNews

Moro e Maia se reúnem para discutir tramitação de projeto anticrime

Foto: Divulgação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, se reuniu hoje (28) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir detalhes do projeto de lei anticrime, que traz propostas de combate a crimes violentos, à corrupção e a organizações criminosas.

A convite da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, Moro e Maia tomaram café da manhã na residência oficial da Câmara dos Deputados. Em texto publicado no Twitter, a deputada classificou o encontro como um “café da manhã da paz”.

O ministro Sergio Moro declarou que ele e Maia já vinham conversando desde a semana passada e tinham se “acertado” a respeito do desentendimento público decorrente de declarações mútuas sobre a tramitação do projeto.

“O que houve foram ruídos de declarações”, disse Moro, hoje (28), ao apresentar a jornalistas os primeiros resultados da quarta fase da Operação Luz na Infância. “Isto não implica em nenhuma mudança no nosso relacionamento. Tenho uma relação bastante cordial com o presidente da Câmara, que é uma pessoa muito sensata”, acrescentou o ministro.

Moro ressaltou que tem grande respeito por Rodrigo Maia. “A expectativa de que, com a aliança dele com o presidente Jair Bolsonaro, vamos conseguir aprovar o projeto [mesmo que] com mudanças, eventuais aprofundamentos na Câmara e no Senado”, acrescentou o ministro.

:: LEIA MAIS »

Em vídeo, Bolsonaro faz piada sobre episódio da facada

Hospedado com a família na base da Marinha na Ilha de Marambaia (RJ), o presidente eleito Jair Bolsonaro fez piada na segunda (24) com o atentado à faca que sofreu durante o primeiro turno da campanha eleitoral. Em um vídeo divulgado por sua assessoria, Bolsonaro brinca de esfaquear um integrante da Marinha que estava assando um churrasco na base militar. Na gravação feita durante um passeio pela Ilha de Marambaia, o presidente eleito se aproxima do militar da Marinha, o cumprimenta com um tapinha nas costas e, logo em seguida, faz graça com o tamanho da faca utilizada pelo fuzileiro naval, fingindo golpeá-lo no abdômen, mesma região em que foi esfaqueado no início de setembro por Adélio Bispo de Oliveira. “Olha o tamanho da faca do cara. Olha o tamanho da faca do cara. Se alguém der com uma dessa aqui em você, você vai ser presidente da ONU”, diz Bolsonaro ao militar, gargalhando.

Bolsonaro viajou para a base de Marambaia para passar o Natal com a família. Ainda nesta semana ele irá para Brasília, onde será empossado presidente da República na próxima terça-feira (1º). Em 6 de setembro, Bolsonaro levou uma facada durante um ato de campanha em Juiz de Fora, interior de Minas Gerais. O autor da facada foi preso em flagrante e confessou o crime. Adélio está preso em uma penitenciária de segurança máxima em Campo Grande (MS). Em razão da facada, Bolsonaro ficou três semanas internado na Santa Casa, de Juiz de Fora, e no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e foi submetido a duas cirurgias. Até hoje ele utiliza uma bolsa de colostomia por conta do episódio.

:: LEIA MAIS »

Ilhéus: Tcm aprova as contas do prefeito Marão

O pleno do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM  aprovou na tarde desta terça-feira, 18 de dezembro, as contas referentes ao ano de 2017 da Prefeitura de Ilhéus, na gestão o prefeito Marão (PSD). Vale lembra que a última vez que as contas da Prefeitura de Ilhéus foram aprovadas foi no ano de 2015, já que em 2016, o então prefeito Jabes Ribeiro teve suas contas rejeitadas.

Por: politicosdosuldabahia

Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus

A defesa do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, de 76 anos, prepara para hoje (17) o  habeas corpus para reverter o pedido de prisão preventiva em domiciliar com tornozeleira. O advogado Alberto Toron afirmou que devem ser considerados a idade elevada e o estado de saúde dele. Lembrou que João de Deus passou por um tratamento de combate ao câncer e é cardíaco.

O médium é denunciado por mais de 300 mulheres, incluindo jovens e casos de crianças, de abuso sexual. Algumas acusações têm mais de 30 anos. Elas relatam que os abusos, em geral, ocorriam durante os atendimentos espirituais. Ele se entregou ontem (16), por volta das 16h20, na zona rural de Abadiânia, em Goiás, depois de longa negociação.

A primeira noite do médium, após sua entrega à polícia, foi no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, denominado Núcleo de Custódia. João de Deus, segundo os policiais, ficaria em uma cela de 16 metros quadrados com cama, pia e vaso sanitário. A defesa pediu  que João de Deus fosse colocado em uma cela sozinho.

Interrogatório

O médium prestou ontem (16) depoimento por mais de três horas na delegacia em Goiânia. O interrogatório terminou por volta das 22h. Ele foi questionado sobre 15 depoimentos de mulheres que o denunciaram por abuso sexual, negou as acusações e apresentou sua versão sobre as denúncias.

Após o interrogatório, João de Deus foi levado para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e depois seguiu para Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Antes do depoimento, o delegado-chefe, André Fernandes, afirmou que o médium seria questionado sobre cada um dos 15 depoimentos, separadamente. Segundo ele, as denúncias envolvem distintos crimes, como os mais variados atentados a costumes e fraudes.

“[Há uma] singularidade de comportamento. Nesses depoimentos há um ato comum, um modus operandi comum. A gente percebe uma igualdade de comportamento.”

www.trbn.com.br

Bolsonaro será diplomado presidente do Brasil nesta segunda-feira

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diplomará, a partir das 16h desta segunda-feira (10), Jair Bolsonaro como presidente da República para cumprir mandato de 2019 a 2022. A cerimônia de diplomação do presidente eleito em 28 de outubro e de seu vice, Hamilton Mourão, será realizada em sessão solene no plenário da Corte. Os diplomas são assinados pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber.

Caberá à presidente do TSE abrir a sessão solene e designar dois ministros do Tribunal para conduzirem Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão ao Plenário da Corte. Os eleitos se sentarão à esquerda da presidente do TSE na mesa oficial da solenidade, que será composta por autoridades do Judiciário, Executivo e Legislativo. As informações são do TSE.

Após a execução do Hino Nacional pela Banda dos Fuzileiros Navais, no início da solenidade, a presidente do TSE entregará os diplomas ao presidente eleito e ao seu vice. Em seguida, o presidente diplomado proferirá seu discurso. A presidente do TSE também discursará e, por fim, encerrará a sessão solene.

Bolsonaro quer transferência de Lula para prisão do exército

Cerca de 700 pessoas foram convidadas a assistir à solenidade de diplomação. Elas se dividirão entre o Plenário, local onde ocorrerá o ato solene, e os auditórios I e III da Corte, que disporão de telões com transmissão ao vivo da cerimônia. A diplomação também será transmitida em tempo real pela TV Justiça e no Portal do TSE na internet.

Cerimônia de diplomação

A cerimônia de diplomação é uma etapa indispensável para que os candidatos eleitos possam tomar posse nos cargos que disputaram nas urnas. Ela confirma que o político escolhido pelos eleitores cumpriu todas as formalidades previstas na legislação eleitoral e está apto a exercer o mandato.

Nas eleições presidenciais, cabe ao TSE realizar a diplomação dos eleitos, em cerimônia que acontece no Plenário da Corte.

O ritual é realizado desde 1951, quando Getúlio Vargas retornou à Presidência da República por meio do voto popular. Suspensa durante o regime militar (1964 a 1985), a solenidade voltou a ser realizada após a redemocratização do país, em 1989, com a eleição de Fernando Collor de Mello.

Para receber o diploma, os candidatos eleitos precisam estar com o registro de candidatura deferido e as contas de campanha julgadas. De acordo com o Calendário Eleitoral deste ano, as solenidades de diplomação devem ocorrer até o dia 19 de dezembro.

www.msn.com



WebtivaHosting . webtiva.com.br . Webdesign da Bahia