Foto: Divulgação/PMRC

A Secretaria Municipal de Turismo, Desporto e Lazer do município de Rio de Contas está pleiteando no Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN) o registro da festa de Corpus Christi como Patrimônio Imaterial. Na quarta-feira, 24, foi realizada uma reunião na cidade de Lençóis, para fazer alguns ajustes no projeto que já está em fase de elaboração. Estiveram presentes na reunião os representantes da Prefeitura Municipal de Rio de Contas: a secretária de Turismo, Cléria Vanusa, o diretor de Comunicação, Hudson Novais e a assessora de Imprensa, Marlúccia Araújo, além da técnica da área de Patrimônio Imaterial do IPHAN, Maria Paula Adinolfi e a chefe do Escritório do IPHAN do município de Rio de Contas, Sayonara Pinto. Paula Adinolfi , especialista em bem cultural imaterial, forneceu subsídios técnicos à equipe de Rio de Contas, no sentido de como encaminhar a proposta nessa fase de elaboração. O papel de Sayonara Pinto foi preponderante nesse contexto, foi ela quem viabilizou a reunião e municiou, com material bibliográfico, os executores do projeto.

Foto: Divulgação/PMRC

Caso a festa do Corpus Christi seja contemplada com o registro de Patrimônio Imaterial , Rio de Contas ganha projeção nacional, entrando para o grupo seleto das cidades brasileiras que conseguiram distinta chancela. Isso reverbera positivamente no turismo religioso do município. A salvaguarda de bens culturais de natureza imaterial foi criada pelo IPHAN EM 2000, desde então cerca de 40 já foram registrados como Patrimônio Cultural do Brasil. Esta política preza pela valorização da diversidade cultural do país, incentiva a pesquisa, a documentação e a realização de ações que viabilizam as melhorias de sustentabilidade dos saberes e práticas culturais coletivas de diferentes povos das regiões brasileiras.

Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.